segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Um Comunicado Que Me Entristece...


boa noite, amigas, amigos e seguidores de nosso blog, facebook, google+ e pinterest...

é... parece que teremos que nos ausentar da web por um longo período, visto que
a cpu de nosso computador recebeu uma alta carga de energia elétrica que
a "derreteu" internamente...
sou aposentado com baixa renda mensal, o que nos impede de comprar uma nova
para nossos trabalhos e lazer...
assim, agradecemos a todos os que nos prestigiaram e nos prezaram com amizade e
carinho, esperando que em um futuro não tão distante, possamos comprar um
novo equipamento...
agradecemos aos mais de 1.703.400 seguidores de nossos trabalhos, por sua preferência
e pelo carinho que dispensam à nós... ficaremos saudosos...

nossos fortes abraços e beijos no coração...

Carlos Miranda (betomelodia)
Ivanete Souza

domingo, 6 de setembro de 2015

Leva Meu Samba, Sandra de Sá e Fundo de Quintal

leva meu samba, tela de di cavalcanti, mulata


Foi na cidade de Mirai, no Estado do Rio de Janeiro, que em 02 de maio de 1909 nasceu um dos grandes
compositores e cantores brasileiros, Ataulfo Alves. Sambista era um dos sete filhos do repentista, violeiro e
acordeonista da Zona da Mata mineira, conhecido por "Capitão Severino".

Ainda na infância além de frequentar a escola, trabalhou na lavoura, foi condutor de bois, marceneiro,
carregador de malas, engraxate e menino de recados, tudo isso até a morte de seu pai quando então sua
mãe foi com os filhos morar no centro de Mirai, onde Ataulfo continuou a escrever seus versos. Quando
completou dezoito anos, foi morar na cidade do Rio de Janeiro como ajudante de farmácia de um médico,
e um ano depois, já tocava bandolim, violão e cavaquinho.



fundo de quintal e sandra de sá


Mas foi em 1929 que deu início à carreira de músico, quando começou a compor e tornou-se diretor de um
bloco carnavalesco do bairro, o "Fale Quem Quiser". Após quatro anos  sua primeira composição foi
gravada por Almirante, intitulada "Sexta Feira"  e logo em seguida, a então consagrada Carmem Miranda
gravou "Tempo Perdido", o que confirmou de modo definitivo, o seu ingresso no meio artístico musical.
Mas poucos dias antes de completar sessenta anos,  Ataulfo Alves  morreu em decorrência do
agravamento de uma cirurgia para retirada de uma úlcera. Sua obra, com mais de 320 composições,
é um grande legado para a Música Popular Brasileira.

Escolhi para ilustrar essa postagem o vídeo em que o grupo Fundo de Quintal e a cantora Sandra de Sá,
apresentam "Leva Meu Samba", um dos grandes sucessos de Ataulfo. Lembro que, nos links apresentados
em "
links para suas preferências no blog", ao final da postagem, é possível saber mais sobre estes ou outros Artistas, assim como sobre outras Músicas ou ritmos de sua preferência, aqui em total segurança.

carlos miranda (betomelodia)


video



Leva meu samba meu mensageiro
Este recado para o meu amor primeiro
Vai dizer que ela é a razão dos meus ais
Não não posso mais

Eu que pensava que podia lhe esquecer
Mas qual o que aumentou o meu sofrer
Falou mais alto no meu peito uma saudade
E para o caso não há força de vontade

Aquele samba foi pra ver se comovia o seu coração
Onde eu dizia vim buscar o meu perdão

ataulfo alves



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

O Meu Samba é Assim, Quarteto Linha

todos os tipos de samba, tela de joão cândido silva


A publicação de hoje sobre a Música Popular Brasileira, traz um quarteto que já teve três postagens aqui
no blog em 2014. Eles são da cidade de Natal, capital do Estado do Rio grande do Norte, onde deram
início à divulgação de um estilo de Samba diferente. Misturando uma variedade de ingredientes
regionais da Música Brasileira,  principalmente os nordestinos, que aliados ao puro Samba
resultou em um tempero bem diferente, uma sonoridade agradável às interpretações.



quarteto linha

O grupo, Quarteto Linha, estreou com composições de sua autoria com o álbum "O Meu Samba é Assim",
título da Música que ilustra essa postagem, e que nos dá claramente uma ideia de sua proposta
que é a acrescentar mais um estilo de Samba, com letras que falam sobre diversos temas,
além de releituras das composições de grandes nomes de nosso Universo Musical.

Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog" ao final da postagem, é possível saber mais sobre estes ou outros Artistas assim como sobre Músicas ou ritmos de sua preferência, sempre com total segurança aqui no blog.


carlos miranda (betomelodia)


video



Tiquiriripara tiquirirerê tiquiriripara tiquirirerê (quatro vezes)

O meu Samba é assim é bola no pé se liga mané tem que dominar (
quatro vezes)

O meu Samba é da prosa não foi feito agora não tem religião
Tem o calor dos carnavais e da fogueira de São João
Dou saia no zagueiro corro e chego primeiro levo o Samba no tom
É no terreno brasileiro que eu colho a batida do meu som

O meu Samba é assim é bola no pé se liga mané tem que dominar (
duas vezes)

O meu Samba é magia é democracia com seus ideais
É um pedido de paz e pra chuva também
Só jogo na bola não entro de sola nem perco o refrão
É do povo brasileiro que eu colho a mistura do meu som

O meu Samba é assim é bola no pé se liga mané tem que dominar (
duas vezes)

Tiquiriripara tiquirirerê tiquiriripara tiquirirerê (
duas vezes)

O meu Samba é assim é bola no pé se liga mané tem que dominar (
duas vezes)

O meu Samba é da prosa não foi feito agora não tem religião
Tem o calor dos carnavais e da fogueira de São João
Dou saia no zagueiro corro e chego primeiro levo o Samba no tom
É no terreno brasileiro que eu colho a batida do meu som

O meu Samba é assim é bola no pé se liga mané tem que dominar (
quatro vezes)

Se liga mané...


vinícius lins / joão henrique koerig



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google