sábado, 1 de abril de 2017

De Janeiro a Janeiro, com Roberta Campos e Nando Reis

nando reis e roberta campos


Foi na cidade interiorana de Paraopeba Estado de Minas Gerais, que em 29 de Dezembro de 1977
nasceu Roberta Cristina Campos Martins Sant’Ana. Cantora e compositora, o interesse pela
Música nasceu em sua infância, influenciada por um tio apaixonado pelos acordes e
letras do nosso universo musical. Essa influência tornou-se muito importante
ao ganhar um violão de presente aos 11 anos. Em pouco tempo tinha
absoluto domínio do instrumento e iniciou as apresentações
nos eventos escolares, o que levou-a a criar no ano
de 1995, seu primeiro grupo,  o "Alpha Band".

Quatro anos depois uma importante guinada
em sua vida: abandonou a escola de canto, deixou o
trabalho e criou outro grupo,  o “Pop Troti” em Sete Lagoas,
Minas Gerais,  fazendo várias apresentações  na região.  Porém,  ela
queria ir mais longe.  Largou o grupo em 2003, e seguiu para São Paulo, onde
dedicou-se inteiramente à Música. Podemos dizer que foi lá que sua carreira iniciou.
Seu talento levou-a a fazer parte do rol das melhores  Artistas  da Música Popular Brasileira.




Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog", ao final da postagem, é
possível saber mais sobre este ou outros Artistas, assim como sobre outras Músicas ou ritmos de
sua preferência, em total segurança. Naveguem e descubram o  Brasil  na  Música e na Arte.

carlos miranda (betomelodia) 


video


Não consigo olhar no fundo dos seus olhos e enxergar as coisas que me deixam no ar deixam no ar
As várias fases e estações que me levam com o vento e o pensamento bem devagar
Outra vez eu tive que fugir eu tive que correr pra não me entregar
As loucuras que me levam até você me fazem esquecer que eu não posso chorar

Olhe bem no fundo dos meus olhos e sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor a consequência do destino é o amor pra sempre vou te amar
Mas talvez você não entenda essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor não será passageiro te amarei de Janeiro a Janeiro até o mundo acabar

Até o mundo acabar até o mundo acabar até o mundo acabar

Mas talvez você não entenda essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor não será passageiro te amarei de Janeiro a Janeiro até o mundo acabar


Até o mundo acabar até o mundo acabar até o mundo acabar

De Janeiro a Janeiro

roberta campos



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente! comentários são o alimento do meu blog...