Mostrando postagens com marcador artes plásticas brasileiras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador artes plásticas brasileiras. Mostrar todas as postagens

sábado, 21 de outubro de 2017

Cristiane Campos, Seus Estilos na Arte

coisas do mar



..." só serei completamente artista, quando conseguir transformar meu aprendizado em ensinamentos,
trazendo as pessoas uma consciência do que é a arte,
de como ela esta envolvida em cada momento de nossas vidas "...


cristiane campos


De volta ao Blog, uma pintora paranaense que no início de sua jarnada na Arte da pintura,  já em seus
primeiros (e maravilhosos) trabalhos, naturalmente expressava-se no figurativismo. Esteve em
destaque em uma página exibida em 15 de Janeiro de 2014, onde dei uma breve mostra
de seu talento nas telas que ilustraram a publicação.  Agora, além de algumas de
sua arte figurativa, acrescento outras de sua fase atual, a Naif, com temas
que  revelam sua  visão artística  em um  mundo  repleto de magia.




Como sempre faço questão de ressaltar,  ao final da postagem,  lá na série de links apresentados em
"links para suas preferências no blog",  é possível saber mais sobre outros Artistas Plásticos,
assim como sobre outros estilos de sua preferência, com total segurança, aqui mesmo
em meu  blog,  e também em meus outros espaços culturais na Web.  Apreciem.

carlos miranda (betomelodia) 




o fruto permitido
maria bonita



meninas

amazônia IV

primitivos I

vigília

a florista

fábulas III - alice

coisas do mar

flores e cores
repouso




destaco: profundezas


fontes
imagens: google - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

( atenção: tamanho das telas adaptados à diagramação )

domingo, 15 de outubro de 2017

Lucílio de Albuquerque, Uma Obra Prolífica

paisagem


Nasceu no  Estado do Piauí,  Barras,  no ano de 1877,  deixou-nos  na cidade do  Rio de Janeiro em 1939.
Desenhista, vitralista, pintor e professor, em 1895 ingressou na Faculdade de Direito de São Paulo
Paulo, mas a pintura muito o atraia, o que fez com que abandonasse o curso de Direito após
um ano, mudando para o Rio de Janeiro onde frequentou a Escola Nacional de Belas
Artes como "aluno livre". Após cinco anos matricula-se no curso regular sobre
pintura na Academia, de 1901 a 1905, tendo aulas com Rodolfo Amoedo,
Zeferino da Costa e Henrique Bernardelli. Em 1906, ganhador do
prêmio de viagem ao exterior no  Salão Nacional de Belas
Artes e parte para Paris, França  para novos cursos.



lucilio de albuquerque - autorretrato


Na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts e na
Académie Julian, aprimorou seus  estudos e participou da
Exposição Nacional de Bruxelas, produziu os vitrais do pavilhão
do Brasil na Exposição Internacional de Turim, Itália, em 1911. De volta
ao Rio de Janeiro  torna-se professor de  desenho figurado  na Acadenia, e em
1937 é nomeado  Diretor  cargo que por motivos de saúde, declina no ano seguinte.




Como sempre faço questão de ressaltar,  ao final da postagem,  lá na série de links apresentados em
"links para suas preferências no blog",  é possível saber mais sobre outros Artistas Plásticos,
assim como sobre outros estilos de sua preferência, com total segurança, aqui mesmo
em meu  blog,  e também em meus outros espaços culturais na Web.  Apreciem.

carlos miranda (betomelodia) 




efeito de sol, manhã em niterói

paisagem, cidade histórica, minas gerais

jangada

paisagem com fonte de água

expedição à laguna


nu

despertar de ícaro

clube de golfe na gávea

mãe preta

paisagem

paisagem de petrópolis





destaco: paisagem de jurujuba


fontes
imagens: google - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

( atenção: tamanho das telas adaptados à diagramação )

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Abigail de Andrade, uma Obra Marcante

estendendo a roupa


O destaque nas Artes Brasileiras de hoje,  é sobre uma pintora nascida em Vassouras, Estado do Rio
de Janeiro em 1864, e cuja morte deu-se em Paris, França, no ano de 1890. Muito pouco sabe-se
sobre essa pintora fluminense, que aos dezoito anos expos seus desenhos sob elogios da
crítica especializada, por sua excelente qualidade, na primeira exposição organizada
pela Sociedade Propagadora das Belas Artes. Abigail de Andrade, desenhista e
pintora, estudou no Liceu de Artes e Ofícios,  na cidade do Rio de Janeiro,
1882, como aluna de Joaquim José Insley Pacheco e Angelo Agostini.



abigail de andrade - autorretrato


Após dois anos cursando o Liceu,  participou da   Exposição Geral de Belas Artes,  não sem antes ter
enfrentado o  preconceito  existente contra as mulheres,  e fez da pintura sua profissão.  Nessa
que foi a mais brilhante do Segundo Reinado, Abigail, Giovanni Battista Castagneto, Georg

Grimm e Thomas Georg Driendl,  renomados companheiros de premiação,  dividiram
o prêmio que foi a Medalha de Ouro do Primeiro Grau.  Grande conquista e um
merecido reconhecimento por seu talento,  embora estreante nas Artes. A
sua pintura retrata  vários temas,  como paisagens, cenas cotidianas
do Rio de Janeiro, retratos, naturezas mortas e outros mais. Em
1888, por motivos pessoais vai de mudança para a capital
francesa, Paris, onde dois anos depois veio a morrer.





Como sempre faço questão de ressaltar,  ao final da postagem,  lá na série de links apresentados em
"links para suas preferências no blog",  é possível saber mais sobre outros Artistas Plásticos,
assim como sobre outros estilos de sua preferência, com total segurança, aqui mesmo
em meu  blog,  e também em meus outros espaços culturais na Web.  Apreciem.

carlos miranda (betomelodia) 




sem título informado
sem título informado


a hora do pão

trecho de paisagem

rua do rio de janeiro

o cesto de compras

um canto no meu ateliê

caminho em niterói
sem título informado




destaco: estrada do mundo novo com pão de açúcar ao fundo


fontes
imagens: google - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

( atenção: tamanho das telas adaptados à diagramação )