Mostrando postagens com marcador martinho da vila. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador martinho da vila. Mostrar todas as postagens

domingo, 16 de abril de 2017

Café com Leite, com Alexandre Pires e Martinho da Vila

alexandre pires, em duo com martinho da vila


Foi assim que tudo começou. O ano era 1989, quando ele e seu irmão Fernando convidaram o primo
Juliano a fazer parte do grupo de pagode que pretendiam criar. Aí reuniram mais alguns amigos
da cidade de Uberlândia, Estado de Minas Gerais, e começaram a montar o repertório para
os ensaios. O nome escolhido para e banda foi "Só Pra Contrariar", uma homenagem
ao grupo  "Fundo de Quintal"  e seu grande sucesso, o samba Só pra Contrariar.
Seu nome? Alexandre Pires do Nascimento, nascido em Uberlândia, Estado
de Minas Gerais, em oito de Janeiro de 1976.  Instrumentista, cantor e
compositor, filho de músicos, é tido como um dos maiores senão
o maior intérprete da América Latina por seu enorme talento.

Lançaram o  primeiro álbum em 1993,  e depois de gravar o
sétimo disco com o SPC,  Alexandre  seguiu para a carreira solo.
Mas, como não conseguia acompanhar os compromissos com a banda,
deixou o grupo no ano de 2002  depois de uma apresentação em Nova York
para mais de 14 mil pessoas.  No ano seguinte,  comemoração da Independência
Hispânica nos Estados Unidos,  cantou "Garota de Ipanema" para o então presidente
George W. Bush, que o convidou para o evento, tornando-se mundialmente conhecido. Eu
escolhi para ilustrar a publicação, um vídeo que revela seu projeto para uma mudança de estilo
no cenário musical, projeto que tem por nome  DNA Musical, regravando grandes sucessos da MPB.

Assim vamos apreciar o vídeo com a  Música  de autoria de  Martinho da Vila e Zé Catimba,  cujo título é

"Café com Leite"




Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog", ao final da postagem, é
possível saber mais sobre este ou outros Artistas, assim como sobre outras Músicas ou ritmos de
sua preferência, em total segurança. Naveguem e descubram o  Brasil  na  Música e na Arte.

carlos miranda (betomelodia) 


video


Se encontraram e se cruzaram nosso olhar e nosso jeito
As salivas misturadas num sabor mais que perfeito
Nossos corpos se entregando como boca no sorvete
Estamos bem misturados tal e qual café com leite

Café com leite somos nós café com leite
Café com leite é de Deus café com leite

Vem da teta e vem do grão somos nós café com leite
Vem do balde e do pilão somos nós café com leite
Com biscoito ou com pão vou tomar café com leite
Dessa miscigenação só vai dar café com leite

"A" em pó ou condensado bem gordinho ou desnatado
Com expresso ou com solúvel carioca bem coado
Vou levar pra quem me ama de bandeja lá na cama


martinho da vila / zé catimba



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

sábado, 12 de dezembro de 2015

Amanhã é Sábado, com Roberta Sá e Martinho da Vila

roberta sá e martinho da vila


Os Artistas

Roberta Sá. Nasceu em Natal, Capital do Rio Grande do Norte, em dezembro de 1980. Em sua infância,
foi influenciada pela Jovem Guarda, pelas Músicas regionais e pela Popular Brasileira, além do
Rock N'Roll e com apenas nove anos, foi de mudança para a cidade do Rio de Janeiro,
onde aos dezoito anos foi para Missouri, Estados Unidos, estudar canto coral,
por meio de um intercâmbio cultural. Ao voltar para o Rio de Janeiro, as
aulas de canto continuaram e enquanto cursava jornalismo. Ela
trabalhou  como balconista até que aos vinte e um anos,
realizou no Planetário da Gávea a abertura para a
apresentação de duas bandas com sucesso.

Em 2002, participou de um programa apenas
como um  teste musical,  sugestão de sua mestre
de canto,  mas como o mesmo moldava os participantes
em um "estilo americanizado" não foi de seu agrado, mas serviu
como experiência e para que ela conhecesse Felipe, o irmão da cantora
Fernanda Abreu.  Ele tornou-se o preparador vocal de  Roberta e a incentivou
na preparação de um show, em minha opinião o que deu início à sua carreira, pois ela
foi indicada ao Grammy Latino na categoria Melhor Artista Revelação. Posteriormente houve a
indicação na categoria Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Atualmente considerada uma das
melhores intérpretes da Música Popular Brasileira, Samba e Bossa Nova, é o destaque dessa publicação.


O Compositor Participante


Martinho da Vila.  Já presente em várias postagens aqui no blog,  pouco há a ser
acrescentado sobre esse  Mestre do Samba, que iniciou sua carreira artística em
um Festival,  no ano de 1967,  concorrendo com a  Música "Menina Moça". Mas o
sucesso veio no ano seguinte, 1968,  no mesmo festival  ao lançar a composição
"Casa de Bamba",  o seu maior clássico e carro chefe do  primeiro álbum por ele
lançado em 1969,  que revelou o seu talento para o Brasil e ao mundo.  Sucesso.
E foi justamente à esse Sambista que Roberta fez um pedido:  uma composição
inédita para seu novo álbum intitulado "Delírio".  Martinho, como sempre, criou
um Samba que ele define,  em suas próprias palavras,  como a versão feminina
para um outro grande sucesso de sua autoria, "Disritmia".  Foi um bom pedido.


Um Lembrete

Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog", lá no
final da postagem, é possível saber mais sobre este ou outros Artistas, assim como
sobre outras Músicas ou ritmos de sua preferência, aqui mesmo em meu blog, ok?

carlos miranda (betomelodia) 



video


Tô cansada tô debilitada tive que ralar depois do expediente
Matutamos discutimos planejamos pra solucionar uma questão pendente
Já cansados e famintos fomos pr'um bistrô
Mas o problema no jantar continuou

Estou um bagaço amor preciso de colo
Preciso de colo amor estou em bagaços

Depois de uma ducha morna quero cair nos seus braços
Pra ficar aliviada desse meu cansaço
Após boa madorna vou me enternecer
Pra ficar até domingo grudadinha em você amor
Amanhã é sábado môô amanhã é sábado
Mô amanhã é sábado não vou pro batente amor amanhã é sábado

Mô amanhã é sábado môô amanhã é sábado
Mô amanhã é sábado não vou pro batente amor amanhã é sábado

Não vou pro batente amor amanhã é sábado
Vai ter tempo quente amor amanhã é sábado
Quero ser carente amor amanhã é sábado
Te farei candente amor amanhã é sábado

martinho da vila



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Roda de Samba no Céu, Martinho da Vila

betomelodia.blogspot.com


Samba d'almocreve, batuque, zamba, semba,bate-baú, jongo, miudinho,
partido alto, samba de roda, são alguns dos muitos nomes outrora dados
ao ritmo que move os pés da nação brasileira: o Samba.

Sua provável origem é africana, dizem alguns estudiosos enquanto outros
afirmam que sua origem é árabe mas, não importando para o povo que ama
este estilo musical a sua origem e sim, o que este ritmo representa para
a Cultura Musical Brasileira.



martinho da vila

O precursor do samba tal como hoje o conhecenos, data do início do século
passado. E nasceu na Rua Visconde de Itaúna, pertinho da Praça Onze, lá
no Rio de Janeiro. Mais precisamente na casa da Tia Ciata, onde amigos
reuniam-se usando o improviso para versos cantados em ritmo de samba.
E foi no ano de 1916, lá na casa dela que este mesmo grupo criou o então
chamado "samba carnavalesco", originalmente intitulado "O Roceiro".

Donga, um dos participantes do grupo registrou-a, gravando em 1917 a já
então famosa composição com outro título: Pelo Telefone. Este é o
primeiro registro deste estilo musical, o Samba, de que se tem notícia, ritmo
que ganhou notoriedade na década de vinte com a entrada em cena dos
compositores Sinhô e Caninha dentre muitos outros.

No dia 25 de novembro de 2008, a UNESCO apresentou sua terceira lista de
Obras-Primas inscritas no Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade, que
reconheceu, entre 43 manifestações, o samba-de-roda do Recôncavo Baiano,
uma das origens do samba carioca que nasceu de encontros de ex-escravos.

A postagem de hoje nos traz um dos maiores sambistas do Brasil,
Martinho da Vila, interpretando Roda de Samba no Céu, uma criação
sua em homenagem aos grandes nomes do passado que, fizeram
deste estilo musical suas vidas.


carlos miranda (betomelodia)


video



Esta noite eu sonhei com uma roda de samba no céu
Com Pixinguinha Donga Almirante Sinhô Ismael
Noel Rosa versava Wilson Batista respondia
Batucando num prato João da Baiana sorria
Geraldo Pereira sambava Marília Batista cantava
Araci de Almeida gingava e Tia Ciata gostava

Era um samba de roda meio repicado muito maxixado
Que Ataulfo Alves dizia ser samba rasgado
Se achegaram Vinícius Heitor dos Prazeres Padeirinho
E Cartola tocando a viola do Nelson Cavaquinho


martinho da vila



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Ex-Amor, com Simone e Martinho da Vila



" De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente."


soneto da separação, de vinícius de moraes


simone e martinho da vila

A página de hoje traz uma grande dupla de nossa tão rica
Música Popular Brasileira. Uma baiana nascida em Salvador, capital
do estado de Bahia, que após abandonar sua carreira de jogadora
do basquete profissional é hoje uma das estrelas de nosso rol
de Artistas.Rreconhecida internacionalmente, teve seu primeiro disco
lançado em 1973, data do início de sua carreira. Recebeu carinhosamente
de Milton Nascimento o apelido de "Cigarra", tendo como uma de suas
características, a de sempre usar a cor branca em suas roupas nos
shows, distribuindo ao final, rosas brancas para o público.

Outro que faz um belo dueto com ela é Martinho da Vila.
Nascido no município de Duas Barras, Estado do Rio de Janeiro, foi
escrevente e contador, profissões que deixou em 1970, quando
deu baixa para se tornar cantor profissional. O seu primeiro álbum,
lançado em 1969, já demonstrava a extensão de seu talento
como compositor e músico, sendo hoje mundialmente reconhecido
por seu carisma. É detentor de vários premios nacionais e
internacionais.

O vídeo que abaixo apresento, oferece uma ótima interpretação da
dupla ao cantarem "Ex Amor", uma composição de Martinho.

carlos miranda (betomelodia)


video



Ex Amor gostaria que tu soubesses
O quanto que eu sofri ao ter que me afastar de ti
Não chorei como um louco eu até sorri
Mas no fundo só eu sei das angústias que senti

Sempre sonhamos com o mais eterno amor
Infelizmente eu lamento mas não deu
Nos desgastamos transformando tudo em dor
Mas mesmo assim eu acredito que valeu

Quando a saudade bate forte
É envolvente eu me possuo
E é na sua intenção com a minha cuca
Naqueles momentos quentes
Em que se acelerava o meu coração

martinho da vila 



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google