Mostrando postagens com marcador moska. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador moska. Mostrar todas as postagens

domingo, 7 de maio de 2017

Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor, Moska

m o s k a


A publicação destaca um "carioca da gema", violonista, compositor, cantor e ator, que veio ao mundo
em 27 de Agosto de 1967. Seu nome, Paulo Corrêa de Araújo, ficou conhecido no meio artístico
por Paulinho Moska até o ano de 2001, data de lançamento de seu disco, no qual ele usou
o termo falso sem oposição a verdadeiro:  "Eu Falso da Minha Vida o Que Eu Quiser".
A partir de então, passou a assinar suas obra como Moska, e segundo justifica,
falso é a libertação do verdadeiro, por que não existe uma verdade, e sim
verdades. A vida é explicada de maneiras diferentes e que assumem
certo sentido de acordo com seu olhar pois o o falso é cheio de
verdades possíveis. Moska não é seu nome verdadeiro, é
seu nome falso, e assim nesse disco ele assumiu o
"Moska",  por ser mais instigante,  mais sonoro.

Aprendeu a tocar  violão aos 13 anos com seu
irmão mais velho,  Músico amador  que participava
de festivais escolares  e nesse ambiente, Moska conheceu
André Abujamra,  professor de seus primeiros acordes de blues
e de rock. Bem, o fascínio pelas apresentações de seu seu irmão e o
que considero sua principal influência na Música: seu Pai, proprietário de
uma  das melhores casas noturnas do Rio de Janeiro, onde ele passou grande
parte de sua infância assistindo shows de grandes nomes da Música Brasileira. Para
ilustrar a postagem, escolhi o vídeo em que Moska canta a composição de Lô Borges e de
seu irmão Márcio Borges, Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor, uma maravilhosa poesia musicada.




Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog", ao final da postagem, é
possível saber mais sobre este ou outros Artistas, assim como sobre outras Músicas ou ritmos de
sua preferência, em total segurança. Naveguem e descubram o  Brasil  na  Música e na Arte.

carlos miranda (betomelodia) 


video


Cheguei a tempo de te ver acordar eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar revi a vida inteira
Pensei em tudo que é possível falar que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem desejos vitais pequenos fragmentos de luz

Falar da cor dos temporais do céu azul das flores de abril
Pensar além do bem e do mal lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar e em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor estrada de fazer o sonho acontecer

Pensei no tempo e era tempo demais você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz virou minha cabeça
Eu simplesmente não consigo parar lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar o ribeirão em braço de mar

Você vai ter que encontrar aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar e em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor estrada de fazer o sonho acontecer

lô borges / márcio borges



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google