sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Facchinetti, a Grandeza de suas Paisagens

praia de copacabana, vista do forte do leme - 1872


Nicolao Antonio Facchinetti, cenógrafo, desenhista, pintor paisagista e professor, embora nascido em
Treviso, província italiana da região de Vêneto,  Itália, tem seu nome inscrito no rol dos pintores
ítalos-brasileiros por seu legado às Artes Plásticas Brasileiras  de seus históricos registros
de belas paisagens brasileiras. Nascido em 1824, faleceu na cidade do  Rio de Janeiro
no ano de 1900. Mudou-se para o Rio de Janeiro aos 25 anos, 1849, até sua morte.


facchinetti


Segundo consta, estudou desenho na cidade de Bussaro, tendo cursado pintura
na Academia de Veneza,   onde provavelmente foi influenciado pelas obras de Ippolito
Caffi e  Luigi Querena, famosos paisagistas.  Aproximadamente no ano de 1865,  pinta belas
paisagens das regiões serranas do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, não sem antes ir
em  viagens de estudos  sobre as características das paisagens  a serem transpostas para suas telas.




Como sempre faço questão de ressaltar,  ao final da postagem,  lá na série de links apresentados em
"links para suas preferências no blog",  é possível saber mais sobre outros Artistas Plásticos,
assim como sobre outros estilos de sua preferência, com total segurança, aqui mesmo
em meu  blog,  e também em meus outros espaços culturais na Web.  Apreciem.

carlos miranda (betomelodia) 




praia de botafogo

padaria francesa - petrópolis

casa da quarentena - praia grande

fazenda em teresópolis

residência da baronesa de são joaquim - teresópolis


fazenda flores do paraiso

cascata no parque lemgruber - tijuca

fazenda montalto

ilha de paquetá - baía do rio de janeiro

praia de icaraí - niterói

fazenda veneza







enseada do botafogo



fontes
imagens: google - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

( atenção: tamanho das telas adaptados à diagramação )

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Caminhos Cruzados, Caetano Veloso

caetano veloso


A publicação deste primeiro dia de Agosto, é um "repeteco", Caminhos Cruzados, que foi destaque aqui
no blog em 2007, interpretada por   João Bosco.   Em meus arquivos encontrei uma deliciosa e muito
interessante, inovador e talvez ousado arranjo, que mais uma vez nos traz o imenso talento de
seu intérprete, Caetano Veloso, muitas vezes com merecidos destaques aqui em meu blog. 




Lembro que, nos links apresentados em "links para suas preferências no blog", ao final da postagem, é
possível saber mais sobre este ou outros Artistas, assim como sobre outras Músicas ou ritmos de
sua preferência, em total segurança. Naveguem e descubram o  Brasil  na  Música e na Arte.

carlos miranda (betomelodia) 


video


Quando um coração que está cansado de sofrer
Encontra um coração também cansado de sofrer
É tempo de se pensar
Que o amor pode de repente chegar

Quando existe alguém que tem saudade de alguém
E esse outro alguém não entender
Deixe esse novo amor chegar
Mesmo que depois seja imprescindível chorar

Que tolo fui eu que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém sabe explicar
Vem nós dois vamos tentar
Só um novo amor pode a saudade apagar


tom jobim / newton mendonça



fontes
imagens: google - vídeo: youtube - texto: carlos miranda (betomelodia)
base das pesquisas: google

domingo, 30 de julho de 2017

A Arte no Mundo - Suécia




reflexes - 1889


anders leonard zorn, 1860 / 1920
oil on canvas - without measures provided - private collection
stockholm - suécia

fonte
imagem e dados técnicos: google
publicado por : carlos miranda (betomelodia) 

quinta-feira, 27 de julho de 2017

A Arte no Mundo - México




the valley of mexico from the santa isabel mountain range - 1875


josé maría velasco, 1840 / 1912
oil on canvas - 137.3 × 226.0 cm - national art museum
mexico city - méxico

fonte
imagem e dados técnicos: google
publicado por : carlos miranda (betomelodia)